Compartilhar share

Colegiado de Educação da AMPLASC avalia benefícios do PROESDE nos municípios da região

Publicado em 08/04/2022 às 22:16 - Atualizado em 08/04/2022 às 22:40

A região da AMPLASC apresenta alguns municípios com Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) inferior a 90%,  que é a média de Santa Catarina. Para mudar esta realidade o Governo do Estado via Programa de Educação Superior para o Desenvolvimento Regional (Proesde) destina recursos financeiros para acadêmicos desenvolverem projetos nestes municípios, em contrapartida os estudantes recebem a gratuidade de 100% da mensalidade do curso.

Na região da AMPLASC foram destinados recursos por meio das universidades para projetos sob três eixos: saúde, educação e qualidade de vida.  Em parceria com a UNOESC neste ano serão desenvolvidos os seguintes projetos:

- Abdon Batista – Mutirão ambiental;

- Campos Novos – Recuperação de escada interditada no CAIC;

- Monte Carlo – Revitalização de biblioteca da Escola Olga Fortes;

- Vargem – Aulas de reforço em Matemática Escola Dep.Augusto Bresola;

Os esclarecimentos sobre este benefício foram prestados pela coordenadora do PROESDE na UNOESC, professora Tânia Nodari.

Presentes na reunião, os prefeitos de Abdon Batista, Campos Novos e Vargem manifestaram o descontentamento com a sistemática metodológica empregada pelo programa. Para eles, o valor de R$500 a R$600 mil deveria ser revertido no auxílio de acadêmicos do próprio município, com a contrapartida de executar projeto social no mesmo território que vive ou de origem. 

Solicitam que haja envolvimento do poder público ou/e entidades do 3º setor para definição das demandas a serem acolhidas pelos acadêmicos.

As sugestões serão encaminhadas as Secretaria de Estado de Educação para que possam ser implantadas em 2023, tendo em vista que para este ano a cota financeira foi definida.

Os secretários de Educação dos municípios da região participaram da reunião, além da consultora institucional da FECAM, Cátia Tessmann Reichert, a presidente da AMPLASC, Milena Lopes e o Secretário Executivo da AMPLASC, Luciano Angonese.

Fonte: Assessoria de Comunicação da AMPLASC


publish